terça-feira, 31 de maio de 2011

COMTEMPLAR







                                

Vivo indagando
ando... onda céu, onda mar
sento... onda mar, onda céu
nesse quando amanhece e a tudo me arremesso,
verdades mais secretas e mais nuas.
É assim quando o mar não forma onda.



Ando esperando
ando... onda sol, onda mar
sento... onda mar, onda sol
nesse quando anoitece e a nada me arremesso
mentiras mais sinceras e menos nuas.
É assim quando a onda se forma no mar.

(Rosário Lyra)

3 comentários:

Jesus te ama! disse...

AS VEZES É DIFÍCIL , QUANDO ESTAMOS PASSANDO POR MAR AGITADO E DEPENDENDO DA ONDA, A DESTRUIÇÃO, MAS SE PERSEVERARMOS, ALCANÇAREMOS A CALMARIA DO MAR BEIJOS MUITO LINDA SUAS PALAVRAS !!!

Ronperlim disse...

O segundo e o terceiro verso nos dar a impressão do movimento das ondas, da agitação do mar e isso é poeticamente legal. Bem como no oitavo e nono. Até porque a vida estar sempre em movimento, em contrução.

Abraço!

Maria do Rosario disse...

Ronperlim,

É muito gratificante conseguir expressar através da escrita exatamente e que sentimos.
Sua interpretação é perfeita!

Adorei:-))