terça-feira, 22 de março de 2011

SAUDADE DE MACEIÓ



Praia de Pajuçara




Pajuçara seus passeios
folhas verdes
de coqueiros esbeltos,
vertentes
das barras em  Lagoas,
minha amada curvilínea
cintura de violão

Dai-me as ondas
que sacodem
teu corpo dourado
minha namorada,
deixai-me ao este ver
seu anoitecer
num colar de arecifes
 eterna jóia rara
e a meus pés só o branco
sua frágil espuma
onda do mar


Amor dos meus amores
terra linda
quando volte
irei correndo à tua  proa
de barcos terrestres
e assim velejaremos
confundidos
até que tu me cubras
e eu possa contigo ternamente
ser vinho que embriaga encontro
falezias de tuas alturas
marolas é teu suave movimento

 
(Rosário Lyra)

6 comentários:

Anônimo disse...

Que cidade linda, uma orla perfeita. A natureza foi muito generosa com os Alagoanos em primeira mão e com o resto mundo através do turismo.

PS. Também sinto saudade e sou Curitibano!

Rubens

Anônimo disse...

Rosário,

Macéió é tudo isso! - Mas faltava ser descrita e mostrada de forma poetica para meio mundo.
Seu Blog já é um sucesso.
E você jóia rara...

Beijão Dona Maria....

Anônimo disse...

Rosário,

Que orla linda!!!!!
Estou encantanda com tanta beleza...
Isso sem falar na poesia.

Parabéns

Maria do Rosario disse...

É verdade Rubens,

Sei que tenho muito à conhecer, mas Maceió tem uma das orlas mais bonitas do mundo.

Rosário

Maria do Rosario disse...

João!

Só você me chama Dona Maria...rs
Modesta sei que não sou, quanto aos quatro cantos, foi um processo natural. Blog é assim mesmo.
"ALAGOAS TEM JÓIAS TÃO RARAS"
Obrigado pelo carinho,
Um forte abraço,
Rosário

Maria do Rosario disse...

Grata anônima... Deus foi muito generoso com os Alagoanos.
Adoro minha terra.

Rosário