terça-feira, 18 de janeiro de 2011

MOMENTO FÉNIX

Vista da Praia de Pajuçara
                
Fui à Praia, era final de tarde e assisti ao por do sol, como já fiz tantas vezes quando morava aqui. Assistindo aquele espetáculo da natureza, não pude deixar de comparar, era o sol,  morrendo para um novo renascer, tão qual uma Fénix.
Na adolescência nosso programa de praia  costumava se estender até o sol se por. Era neste trecho de orla da praia de Ponta Verde o nosso Point. Os banhos de mar em águas claras, mornas e transparênte. - Gente bonita, jovem, bronzeada, feliz. Que tempo bom!! - Como curtimos nossa juventude, Maceio já era uma Cidade cheia de encantos.


Praia de Ponta Verde

No domingo saíamos mais cedo porque o ponto de encontro era na freirinha  hippy onde hoje é a feira de artesanato, na praia de sete coqueiros. A freirinha era frequentada por turistas e jovens e era tudo meio improvisado, mas não faltavam as tapiocas, nesta época originais, apenas de coco e goma, o queijo de qualho no palito, raspadinha de muitos sabores e cores e muita água de coco.
As bordadeiras fazendo ali, as batinhas, as saias de filé com blusas frente única brancas para realçar o bronzeado e muitas bijouterias, usadas como adorno e acabamento. Era tudo tão mágico! Verdadeiras obras de arte, que hoje finalmente tem reconhecimento
Para quem não conhece Maceió, um breve relato: A Praia da Pajuçara é uma meia bahia, a Praia de Sete Coqueiros tem esse nome porque nasceram ali sete coqueiros no mesmo lugar, e fica entre a Pajuçara e a Ponta verde. Na Ponta de Verde eu vivi meus anos dourados, reflexo dos raios de sol em minha pele e nas águas do mar.
Volto hoje e percebo que no cenário quase nada mudou, eu é que não sou mas a mesma, morri e renasci tantas vezes, que  nem me reconheço mais. - Será? - Só sei que apesar do tempo, sou parte integrante desta beleza sem igual e minhas raízes estão inficadas nesta terra natal.
Por todos estes motivo, descubro que com o passar do tempo, tanto a natureza, quanto aquele que se joga na vida sem reservas, renasce com mais vigor e sabedoria. - Sua garantia? Viver apenas aquele dia!

3 comentários:

Mariana Lyra disse...

Lindas fotos mae!

Maria do Rosario disse...

Caro Leitor,

Assim como você, pesquisei no Google. Mas gostaria de colocar que o meu próposito é registrar memórias de maneira descontraída e sem o rigor que minha vida exige.
Apesar de agradecer sinceramente seu feedback, sentido assim a importância de ultrapassar fronteiras. Tendo a oportunidade de me comunicar com você, sua informação é importante também para meus seguidores.

Anônimo disse...



A CADA RELATO E FOTOGRAFIA DESTAS FÉRIAS FABULOSAS, VOCÊ RETRATA NA INTEGRA A BELEZA DE NOSSAS RIQUEZAS.
PARABÉNS, E SAIBA QUE TE ADMIRAMOS MUITO.