sábado, 29 de janeiro de 2011

O SOL NASCE PARA TODOS

Vista da minha varanda
Espero sinceramente que todos vocês saibam que moro em São Paulo-Capital. É certo que minhas últimas postagens abordaram temas Nordestinos e mostraram paisagens belíssimas de Maceió, minha terra natal.
Talvez por isso,esta semana um amigo blogueiro me perguntou se silicone era alguma comida típica nordestina. - À ele eu respondo que se em natura, pode até ser, mas como ele é Português, talvez não entenda. Agora eu que sou Nordestina sei, como sei também, que muito aprendi na Internet, que por sinal  chegou lá faz tempo Dr.Figueiredo, já que me fez essa pergunta na semana passada.
Também me incomodou as vezes que fui questionada esta semana de volta ao trabalho, por morar em São Paulo. Sei que vou embora um dia porque sou Nordestina,tenho orgulho de ser Nordestina, mas adoro São Paulo. - Mas o que eu não gosto é de ser discriminada!!!!
Adoro  morar aqui!! Qual o problema? Sou bem sucedida profissionalmente, moro muito bem,tive coragem de sair do Nordeste. - Tenho qualidade vida aqui! - Estou na Cidade onde tudo acontece,  aqui eu vivo, trabalho e tenho uma rica vida social  muitos amigos Paulistanos e Nordestinos que me visitam. Vamos sempre ao teatro, asssitimos shows, apreciamos bons restaurantes, quando as datas são comemorativas, nos visitamos e recebemos muito bem uns aos outros, nos esmeramos na cozinha e servimos os melhores rótulos de nossas adegas, à depender do cardápio. (E querem saber, eles adoram minha comida: A Paella de frutos do mar, meu carneiro com batata doce, escondidinho de carne do sol, Baião de dois, lagostas e camarões vindos de Maceió, cuscuz marroquino à nordestina, vaca atolada e por aí vai... Sem falar no bolo de rolo, pudim de tapioca,  cocada...víxe!!!)
Por outro lado conheci a riqueza da legítima cozinha Italiana e vinhos Sicilianos em casa de Elisa;
Me deleito com as iguarias Portuguesas e seus vinhos da região do Porto, na casa de Isabel;
Isso sem falar da comida árabe, indiana, japonesa... - Escolho por não mencionar os pratos típicos e o nome de todos os meus amigos imigrantes, para não causar aquela disputa que acaba em concorrência, mas que na verdade pesa na balança. - Mas é uma delicia essa diversidade de São Paulo.

Mas como podem ver na foto acima, chego em casa e vejo o por do sol! - Acordo com o canto dos pássaros em minha janela, viro o portão de minha casa e dou de cara com um pé de pitanga que na safra deixa o chão vermelho, olho para as árvores e vejo lindas orquídeas nativas, que também formam canteiros nos muros dos prédios como se fossem flores do campo,vejo cercas enormes de azaléais, canteiros de onze horas de todas as cores... Vocês talvez não saibam, porque daqui só se fala da poluição, transito, drogas e violência.
Mas que São Paulo  tem seus recantos e encantos, não posso negar.- Este ano por exemplo, os jardins do Parque Ibirapuera foram cobertos de girassol, ficou a coisa mais linda.
Tenho um amigo que trabalha na Av. Faria Lima e as vezes almoçamos, como estou na Paulista, atravesso o Jardins para chegar lá e certo dia ele me perguntou, sobre o que eu conversava com o taxista, respondi: - Flores!!
Então meus amigos esta sou eu e é desta forma que vejo São Paulo. Não! - É desta  forma que vejo a vida, com bons olhos. Prestando atenção nos mínimos detalhes.






9 comentários:

Anônimo disse...

Rosário,

Você não mencionou a Casa das Rosas, que tem uma variedade enorme de rosas e até um pequeno Museu, fica Av. Paulista, as pessoas passam em frente o tempo todo e nem sabem que existe.

Telma

Anônimo disse...

Amiga,

Você muito engraçada... Só de viver nesta selva de pedra tranquilamente já muito, agora viver olhando flores!!!

Que você seja sempre assim.
Bjo

Maria do Rosario disse...

Telminha

É verdade a Casa das Rosas é um ponto turístico. - Conheço e recomendo.
As vêzes quando venho da fisioterapia paro lá, como clima aqui em Sampa ajuda eu sinto a chegada da primavera... E o cheiro do outono nas calçadas devido as pessoas pisarem nas folhas caídas, é uma delícia.




Um grande Beijo,

Rosário

Maria do Rosario disse...

RÊ,

Você é gentil, dizendo que sou engraçada. - Me sinto tão pesada as vêzes, até tento me policiar para levar a vida menos à sério.

Um beijão,

Rosário

Anônimo disse...

Muito bem, Rô
Você respondeu e defendeu o Nordeste lindamente, mas não perca o seu tempo dando resposta a ignorância e a intransigência de pessoas que perdem o seu tempo para atacar e discriminar, gratuitamente, seus irmãos de caminhada. Talvez ele não saiba, que estamos aqui com o mesmo próposito de nos unirmos para construir um mundo melhor.
Continue ouvindo os pássaros, sentindo o perfume das flores, saboreando o que tem de melhor na culinária de Sampa e enviando luz para melhorar o nosso planeta.
E quando estiver enjoada de tudo isto o Nordeste/Maceió/família/amigos está aqui lhe esperando de braços abertos para lhe aconchegar.

Um beijão da irmã que lhe admira,
Socorrinho

Maria do Rosario disse...

ÊITA!!! QUE ESSA É BRABA QUE NEM EU...kakaka

Obrigado koka, por dar também sua parcela de contruição em defesa desta terra maravilhosa. Somos irmãs mas não posso deixar de agradecer seu apoio.

Um beijo,

Anônimo disse...

Socorrinho,

Você tem toda razão, nós aqui do Nordeste somos pessoas intelectualizadas, não precisamos da aceitação desses preconceituosos.
Sua irmã é muito melhor que eles, porque saiu daqui para encarar essa gente de igual para igual. E sempre por cima, é a fraca...
E falando de forma mais abrangente, o que seria deles sem os Nordestinos!!!

Ass. NORDESTINA

Fernando Figueiredo disse...

Ei Rosario,

Voce me citou fora do contexto. Quando falamos, voce disse que não iria responder a pesquisa porque onde voce estava, não tinha internet. Eu perguntei onde voce estava e voce respondeu em uma praia nas Alagoas e eu brincando perguntei se a internet ainda não havia chegado por lá.

Beijos

Fernando

Maria do Rosario disse...

Fernando,

Se lá não tivesse internet eu não receberia seu e-mail via blackberry...

Rosário