quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

PRESENTE DE PAPAI NOEL





Ontem estava lendo uma lista de  presentes de natal e achei-a tão óbvia.
O único presente que gostaria ter nesta natal era minha cachorra Victória, sinto tanto sua falta. Mas quem me segue sabe que ela preferiu ficar em São Paulo na casa da avó, que por sua vez fazia o maior drama: Você vai ter coragem de levar, fazer esta crueldade comigo, ela é minha companheira, dorme comigo na cama...rs (É que lá em casa ela dormia na área de serviço, em sua própria cama).

Hoje lendo Fernando Pessoas, me deparei com a mesma ideia.

Não Lembro o Título, nem se está completa e desde já minhas desculpas, mas segue...

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

PS. Não sei o que me acontece ultimamente, não gosto mas do que escrevo, ou não gosto mas de escrever. Penso ser conservadora e não está gostando deste novo formato do Blogger.
Vai assim, não vou terminar.