terça-feira, 29 de novembro de 2011

ETIÓPIA?






Ontem pesquisava sobre este tema, aprendi muita coisa interessante mas não exatamente o que procurava.
Uma vez até comentei aqui que o Natal na Etiópia é o mais fraterno do mundo, porque lá todos dividem tudo na noite de Natal, mesmo quando esse tudo representa quase nada.
Hoje fui ao centro administrativo e financeiro de nossa Capital e descubro que não precisa ter pesquisado tanto mundo à fora,  no Brasil tem!!
Observem atentamente a foto acima, dentre todos os detalhes que demonstra a realidade de moradores de rua, tem uma estátua, o que comprova o fato deles estarem acampados numa Praça no centro da Cidade.




O Presépio

Não pode existir maior demostração de esperança de um mundo melhor! Vejam que eles construíram uma casa para o Menino Jesus em meio ao caos que se instalou na invasão da Praça, sobrevivem em condições sub humanas e mesmo assim não perderam a fé em Deus.



Bem, a principio levei um susto ao ser atraída pela fumaça mas logo percebi que vinha de uma trempe onde uma panela enorme cozinhava feijão, olhei em volta mais assustada ainda e percebi muitas pessoas reunidas na praça em sinal de protesto, revindicando assentamento de terra.
E ao tentar sair daquele tumúlto, o telhado de palha de coqueiro de uma cazinha me chamou a atenção, e para minha surpresa era este Presépio.

Me aproximei e perguntei para a mulher da foto:
Este lindo presépio é seu?
É nosso;
Parabéns, a senhora fez sozinha?
Não foi todo mundo junto;
Posso fotografar?
Pode claro!
Fiz a foto, ela pediu para ver e disse:
Eu não saí...
Então as meninas chegaram e fotografei as três.

Não demorou dois minutos e eu estava soterrada de crianças curiosas por causa da máquina fotográfica à princípio, depois descobriram meu colar e brincos, eu logo os tirei e presentiei, me emocionei com o brilho dos olhos das meninas, falei que elas podiam dividir e não quiz fotografar mais nada, não sou jornalista e tudo aquilo foi para mim apenas uma grande lição de vida.
Encontrei o meu tema, e como não postar se era tudo que eu procurava no meu momento Fênixdealagoas.
Mas meu Deus!  Como entender isso?




Nenhum comentário: